Category "Novidades"

Meu filho depois do Mapeamento de Fala 

Depoimento de Simone, mãe do Daniel, 5 anos – 1 ano após ter realizado os ajustes com base 

 

Vou contar um pouco sobre o meu filho depois do Mapeamento de Fala. 

Sou mãe de uma criança com perda auditiva severa, hoje, com cinco anos de idade. Descobri sua perda quando ele tinha dois anos e meio, simplesmente, porque ele não falava , ou seja, não tinha linguagem.  

Tão logo soube da surdez, busquei a reabilitação auditiva com o uso de aparelhos (AASI) e fonoterapia .

A primeira maior dificuldade foi a regulagem dos aparelhos auditivos.  Percebi que era bastante complexo acertar a programação para uma criança que não sabe dizer se está bom ou ruim. 

Não são raros os depoimentos de pessoas descrevendo a dificuldade para compreender fala, ouvir TV ou falar ao telefone mesmo com aparelhos.  

Sempre me perguntei se meu filho realmente estava ouvindo, já que as primeiras palavras demoravam a surgir. 

As fonos sempre me explicavam que precisava dar tempo para a criança, que passa primeiro por uma fase de escuta e somente depois seria capaz de produzir fala. 

Então, fomos caminhando. Eu notava que nem sempre Daniel percebia os sons, mesmo com aparelhos.  

Sempre muito agitado e sem foco (atenção). 

Pesquisei muito durante todo esse tempo para entender melhor a surdez, pois eu desconhecia completamente esse universo. 

Um dia, li num comentário de um blog, um questionamento a respeito do mapeamento de fala.  Perguntei sobre este teste, contudo nenhum profissional conhecia. Isso ficou guardado na minha mente. 

Persistia a dificuldade para ajustar adequadamente os aparelhos auditivos.  Além disso, a compreensão do Daniel ainda gerava dúvidas. Inclusive foi indicado o implante coclear.  

Nesse momento, decidi ir à Sorocaba conhecer o trabalho da Dra.Luciana Garolla. 

Profissional sensível e interessada, que abriu sua agenda para nos atender numa segunda-feira de carnaval!! 

Melhor decisão que tomei na vida! Encontrei uma profissional altamente capacitada, segura e totalmente disponível para esclarecer todas as minhas dúvidas  

 

Meu filho depois do Mapeamento de Fala

Passei 3 horas em seu consultório com meu filho, que saiu de lá ouvindo a fala. Foi muita clara a reação do Daniel, que ao colocar os aparelhos arregalou os olhos e levou a mão esquerda ao ouvido, como quem dizia estar ouvindo. 

Desde então, progressos incríveis.  

Atualmente, meu filho compreende tudo, inclusive TV e telefone. Sua linguagem enriquece a cada dia. Ele já formula pequenas frases, expressa suas vontades e se faz entender com clareza. 

Enfim, tudo mudou, inclusive o comportamento.  Está mais calmo e sua atenção melhorou muito. Tem excelente rendimento escolar.  

Surpreende a cada dia, a ponto da Fonoterapeuta dizer que ele está “Top”. 

Claro que existe um conjunto de providências para se obter bons resultados.  São necessárias sessões de fonoterapia  e a participação da família.  Contudo, sem nenhuma dúvida, afirmo que o mapeamento de fala faz toda diferença para estabelecer a audibilidade da fala. 

Todos nós ouvimos para aprendermos a falar.  Isso o mapeamento nos trouxe, a possibilidade do Daniel  ouvir a fala  e aprender a falar. 

Serei sempre grata a está profissional maravilhosa.  Muito obrigada Dra. Luciana Garolla.  

 

Simone Silva, mãe do Daniel,  5 anos, perda severa, realizado, ouvindo tudo!

O Mapeamento de Fala pode mudar vidas: Dejanira Haje – 90 anos

Hoje, contaremos a história de Dona Dejanira Hage de 90 anos, que há muito tempo não ouvia tão bem com seus aparelhos e vamos mostrar como o Mapeamento de Fala pode mudar vidas.

Meu nome é Dejanira de Oliveira Hage. Uso aparelhos auditivos há bastante tempo, mas não conseguia escutar muito bem com eles. Eu usava mesmo assim porque ruim com eles, pior sem eles, né?

Mas pra falar a verdade, parecia que os aparelhos aumentavam mais os barulhos do que as vozes das pessoas.

O carro passando na lá fora na rua eu ouvia como se estivesse dentro da minha sala, mas a novela mesmo, eu mal conseguia entender.

E quando chegava visita então?

Eu ficava quieta, sem conversar, porque não entendia nada do que eles falavam.

Eu já tinha voltado no centro auditivo onde comprei os aparelhos algumas vezes, mas acabei desistindo porque na minha idade não é assim tão fácil sair de casa e mesmo depois dos ajustes, eu não via melhora.

 

 

A fono, sempre muito atenciosa, tinha me falado que era assim mesmo, que eu precisava usar mesmo assim e que ía melhorar com o tempo. Mas não melhorou não!  

Foi aí que uma amiga da família descobriu o IVA na internet.

Eles falavam de um tal de Mapeamento de Fala para ajustar o aparelho. Não entendi nada, mas minha amiga insistiu para que eu fosse e eu resolvi arriscar. Pior do que estava, não ía ficar… e olha, foi a melhor coisa que eu fiz na minha vida!!

O Mapeamento de Fala pode mudar vidas. Que alegria poder ouvir as pessoas, poder conversar normalmente, assistir minha novela e entender o que eles falavam. Em mais de 10 anos usando aparelhos auditivos, nunca ouvi tão bem com eles! 

Não sei o que a Dra. Luciana fez, só sei que depois que ela fez os ajustes com o Mapeamento de Fala em meus aparelhos, eu escuto tudo! Até o que não devia! (rsrsrs) 

Dejanira de O. Hage, 

90 anos; Perda auditiva moderada à severa bilateral. Usuária de aparelhos auditivos há 10 anos. 

Feliz após realizar o Mapeamento de Fala! 

Sim, Você pode ouvir melhor!!  Mapeamento de Fala pode mudar vidas!!!

Com visual clean e estrutura renovada, página na Internet reflete todo o potencial da clínica IVA para demonstrar uma maior profundidade em seus atendimentos.
[…]